Duplo lançamento:mostra joias da arquitetura civil portuguesa de Meireles JR chega a Portugal

Depois de fazer sucesso por aqui, o livro bilíngue (português e inglês) e a exposição de fotos “Joias da Arquitetura Civil Portuguesa – Casario de São Luís do Maranhão”, projeto cultural do fotógrafo maranhense Meireles Júnior, desembarca em Portugal.

O projeto patrocinado pelo Governo do Estado do Maranhão e Grupo Potiguar, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura; será lançado em dose dupla, em terras lusitanas nessa quinta – feira, dia 14 de março.

A exposição fotográfica e livro de mesmo nome apresentam aspectos presentes em São Luís e em cidades portuguesas, da arquitetura pombalina, um estilo arquitetônico português do século XVIII que foi criado pelo Marquês de Pombal (daí o nome), à frente do governo da época, ao empreender esforços para a reconstrução da cidade e a implementação de uma série de reformas urbanas que mudaram a cara da capital portuguesa. É um estilo que combina elementos do barroco, do rococó e do neoclássico, criando uma linguagem visual única.

O primeiro evento acontece na cidade de Póvoa do Varzim, na icônica Biblioteca Municipal Rocha Peixoto, às 16H. Em seguida, às 20H, Meireles Jr. apresenta o projeto no badalado restaurante Dona Pipa, na cidade vizinha de Braga.

Para chegar às terras portuguesas, o projeto contou com o apoio cultural do Ceuma, Martins & Nogueira, Indubrima e Target Veículos; além do Restaurante Dona Pipa (Braga) e da Biblioteca Municipal Rocha Peixoto (Póvoa do Varzim).

Vale lembrar que esse é o décimo livro de Meireles Jr., que completa 28 anos de carreira na fotografia, atuando como um grande embaixador e divulgador das belezas arquitetônicas e naturais do Maranhão.

Depois de fazer sucesso por aqui, o livro bilíngue (inglês e português) “Joias da Arquitetura Civil Portuguesa – Casario de São Luís do Maranhão” é também um presente de Meireles Jr. nos 411 anos da capital maranhense, cidade retratada ao lado das portuguesas Lisboa, Porto, Braga, Coimbra, Sintra, Guimarães e Fátima. E está à venda na livraria AMEI no São Luís Shopping, no estúdio do fotógrafo, e também, na sede da FastFrame no Renascença, local em que também está aberta ao público a mostra de quadros com fotos da obra.

“Voltamos a Portugal para conhecer o passado e refletir sobre o futuro. Esse décimo livro tem um significado muito especial para mim e sou muito grato aos patrocinadores, Potiguar e Governo do Maranhão, que viabilizaram esse projeto. É revestido de um sentimento de realizar e apresentar para as futuras gerações a história do processo construtivo dos nossos casarões e suas origem em Portugal; e os fatos que nos revelam o porquê da capital maranhense ser reconhecida como Patrimônio Cultural Mundial pela Unesco. Como legado dessa obra, que fique o apelo à conservação dessa riqueza única que é o Centro Histórico de São Luís” conclama o fotógrafo Meireles Jr.