Corregedora reúne juízes eleitorais para tratar de metas do CNJ

A desembargadora-corregedora Angela Salazar está reunindo os 105 juízes eleitorais do estado por videoconferência para ouvi-los acerca de dificuldades e limitações dos cartórios, propondo ainda que eles colaborem com sugestões que facilitem e agilizem a prestação dos serviços jurisdicionais.

Para a desembargadora, as reuniões servem para orientar e ainda saber a realidade de cada zona. “Queremos saber as dificuldades e limitações para que nós possamos fazer um planejamento no sentido de remover essas dificuldades e auxiliá-los, principalmente no que diz respeito a recursos humanos”, pontuou.

Entre os itens da pauta discutida estão também o Selo de Qualidade do CNJ – cujo período de apuração é de setembro 2020 a agosto de 2021 (que tem como eixo a produtividade com prioridade de julgamento de processos mais antigos); virtualização de processos e realização de audiências de forma virtual.

A corregedora também está reforçando sobre a suspensão do atendimento presencial ao público, conforme estabelece a Portaria Conjunta TRE-MA 03/2021.

A primeira reunião ocorreu na quinta, 18 de março, e a previsão para as outras acontecerem a partir da primeira semana de abril.