Corpo de Bombeiros realiza vistoria em equipamentos de combate a incêndio na capital e interior

Condomínios e estabelecimentos comerciais são alvo de operação preventiva do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA). A ação consiste em vistoriar e avaliar equipamentos de segurança utilizados no combate a incêndios, como extintores, bombas e alarmes. Na ocasião, as equipes aplicam ainda questionário sobre o correto uso destes itens. Algumas residências também serão foco da operação, que prossegue até esta quarta-feira (26), na capital e interior do estado. 

“Trata-se de uma megaoperação organizada pelo Corpo de Bombeiros para averiguar, orientar e informar sobre os equipamentos de segurança que são indispensáveis em caso de ocorrência de incêndios e sinistros”, pontua o comandante do CBMMA, coronel Célio Roberto de Araújo, que coordena as equipes de operação. O comandante acrescenta que “a fiscalização tem foco principalmente em verificar se as edificações estão funcionando conforme determina a legislação de combate a incêndio e pânico e, assim, preservar vidas e bens da população maranhense”.

São realizados testes nos itens de combate a incêndio – pressão de bombas de combate a incêndio, alarme de emergência, das luzes de emergência, chuveiros tipo ‘sprinklers’ (automáticos). As equipes verificam prazo de validade de extintores de incêndio e condições para o acesso das viaturas, em caso de ocorrências. É cobrada ainda a atualização do certificado de aprovação junto ao CBMMA. Havendo pendências, os responsáveis pelas edificações podem ser notificados e terão prazo de 30 dias para regularização.

Após as vistorias, as equipes aplicam questionários para verificar o nível de conhecimento dos entrevistados, no que se refere ao plano de evacuação em caso de incêndio ou desastre. Na capital, as vistorias são feitas em condomínios verticalizados nos bairros Renascença, Ponta do Farol, Calhau e adjacências; em cidades do interior do estado, são avaliados estabelecimentos comerciais e residenciais que necessitem de sistema preventivo de combate a incêndio e pânico.

“Este trabalho é importante para verificarmos em que aspecto os espaços precisam se adequar, sempre observando as normas de segurança previstas na legislação vigente”, diz o coronel Célio Roberto de Araújo. 

A ação envolve vários setores do CBMMA, como a Diretoria de Atividades Técnicas (DAT) e a Diretoria de Apoio Logístico (DAL) do CBMMA; a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDECMA); além dos Comandos Operacionais e Especializados. A meta é que sejam visitados mais de 100 prédios só na capital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.