.

Como agir quando o bebê está prestes a nascer? Obstetra explica

A gestação é uma condição com novidades, mudanças e ansiedade para a chegada do bebê. Por isso, é importante que a mulher faça sempre o acompanhamento de rotina com o ginecologista para entender as necessidades e se preparar para o grande momento. Como tudo na vida há imprevistos, a chegada do bebê pode ser improvisada e pegar os futuros papais de surpresa. Mas, calma! É o que orienta a dra. Carolina Curci. “É raro, mas pode acontecer que a mãe não chegue a tempo na maternidade. Nessas situações pode acontecer do bebê nascer em casa ou até mesmo no carro, mas, CALMA. Apesar de parecer desesperador é preciso se concentrar e saber o que fazer”, explica.

– O primeiro passo é pedir ajuda, se estiver sozinha em casa ligue para alguém que possa chegar rapidamente, se for no carro, o serviço do SAMU (192) pode ajudar com os procedimentos iniciais a caminho da maternidade.

– Avise seu obstetra e sua doula, eles saberão como te acalmar e irão te encontrar na maternidade. 

A obstetra ressalta que o parto avança de forma natural, é importante que quem esteja acompanhando a mulher que está prestes a ter o bebê ajude a manter a calma. O principal é ter em mente algumas noções do que fazer quando esse momento chegar e você ainda estiver distante do hospital”, comenta a dra. Carolina. 

– Controlar a respiração e a manter as pernas em uma posição confortável.

– Se manter deitada de lado, e somente no momento de expelir o bebe deitar de barriga para cima.

“Além do contato direto do obstetra que te acompanha, o ideal é que se tenha uma doula, ela poderá acompanhar todo o processo da gestação e ao primeiro sinal de chegada, ela irá até você e dará todo o suporte necessário.”, finaliza.

Sobre a Dra. Carolina Curci:
A Dra. Carolina Curci atua com Ginecologia, Reprodução Humana e Obstetrícia, formada pela universidade de Marília no Conjunto Hospitalar Mandaqui, cursou Dermatologia Estética na ISMD e Reprodução Humana no Gera/UNIP. Suas especializações sempre foram voltadas a áreas relacionadas à saúde da mulher desde estética ao pré-natal. Hoje é diretora técnica da Clínica Curci, onde atende gestantes de 18 a 55 anos, mulheres tentantes e que buscam acompanhamento ginecológico.