Comissão analisa projetos estaduais inscritos no X PSPE

Um total de 35 projetos de 27 prefeituras municipais maranhenses estão sendo avaliados pelo Sebrae no Maranhão, por meio de uma comissão técnica que realiza a pré-seleção estadual do X Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor (PSPE). Na próxima semana, a instituição inicia as visitas aos municípios para validação das informações, fase determinante para que a prefeitura esteja no páreo da competição que valoriza as ações dos gestores públicos para a causa do desenvolvimento e fomento ao empreendedorismo.

A Unidade de Políticas Públicas do Sebrae no Maranhão, que coordena o PSPE,  informa que foram inscritos 56 projetos de 35 prefeituras, no entanto finalizaram o processo com o envio de todas as informações para cadastro no sistema apenas 35 projetos de 27 prefeituras que irão concorrer nas categorias de Políticas Públicas para o Desenvolvimento dos Pequenos Negócios; Cooperação  Intermunicipal para o Desenvolvimento Econômico; Compras Governamentais de Pequenos Negócios; Desburocratização e Implementação da RedeSimples; Empreendedorismo na Escola; Inclusão Produtiva e Apoio ao MEI; Inovação e Sustentabilidade e Pequenos Negócios no Campo.

Dentre as análises da pré-seleção estão o objetivo do projeto e os resultados obtidos até então – considerando que só podem ser inscritos no PSPE ações concretizadas no município. A maneira como o projeto é escrito – clareza, concisão, depoimentos de beneficiados, por exemplo, também são observados pela comissão técnica, formada por 15 analistas do Sebrae Maranhão, Rio Grande do Norte e Pernambuco e Sebrae Nacional.

“Da área qe analisamos – Políticas Públicas para o Desenvolvimento dos Pequenos Negócios, tivemos alguns projetos muito bem elaborados, com riquezas de detalhes que nos permitiram perceber a sua abrangência no município. Os depoimentos nos mostraram um pouco mais da dimensão dos resultados dessas ações, porque os beneficiários respaldaram os dados contidos no projeto”, explica a gerente de Desenvolvimento Territorial e Políticas Públicas do Sebrae Rio Grande do Norte, Honorina de Medeiros.

A pré-seleção antecede as visitas técnicas do Sebrae ao município para comprovar e validar os relatos do projeto, principalmente, os resultados do mesmo para a comunidade. “Somente após as visitas, que iniciam na próxima semana, teremos o julgamento dos projetos por uma comissão interdisciplinar que conta com a participação de parceiros institucionais do Sebrae. Qualquer incompatibilidade da realidade com o projeto inscrito, o mesmo é desclassificado e, consequentemente, o gestor é eliminado da premiação”, explica a gerente de Políticas Públicas do Sebrae no Maranhão, Cristiane Corrêa.

O Prêmio

O PSPE é uma realização do Sebrae e, este ano, entrou na décima edição. O prêmio valoriza as ações de gestores públicos em prol do desenvolvimento dos municípios, principalmente no fomento ao empreendedorismo e ambiente legal para os pequenos negócios.

“O Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor é uma premiação séria, com um regulamento rigoroso. Ao longo de uma década, a premiação tem contribuindo para que inúmeros municípios brasileiros sejam favorecidos com projetos significativos para o seu desenvolvimento. Em todo o País, constatamos que a cada ciclo do PSPE, aumenta o número de participantes e a qualidade dos projetos inscritos, o que demonstra o interesse contínuo da gestão pública pela temática do empreendedorismo”, declara o diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins.

Em novembro, acontece a entrega da premiação estadual do X PSPE. Aos vencedores, ainda caberá participar da etapa nacional, que terá premiação apenas em 2019.

O PSPE tem parceria com a Confederação Nacional do Municípios (CNM), Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), Associação Brasileira de Municípios (ABM), Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa, Instituto Rui Barbosa (IRB), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Movimento Brasil Competitivo (MBC), Associação dos Tribunais de Contas (Atricon), Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República, Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação e Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.