Calorão também para os pets!:Especialista explica sobre os horários de passeios e fatores para manter a hidratação dos animais

As altas temperaturas e tempo seco não afetam somente a vida das pessoas. É preciso ter atenção com os animais de estimação, principalmente na hora dos passeios, quando os termômetros marcarem mais de 30 graus.  Os pets precisam manter-se  hidratados e os cuidados devem ser redobrados com os bichinhos, principalmente,  neste período do ano.

A médica veterinária do PetMania, Lorena Sodré, destaca  os  cuidados com os coxins, as “almofadinhas” das patas dos animais. “Na hora do passeio, evitar horário que o pico de calor está mais elevado, como às 10h, no horário da tarde, não andar no asfalto neste período, pois podem se queimar. Preferir por passeios no início da manhã, fim de tarde, ou à noite. Levar um bebedouro do pet para ele ficar sempre se hidratando”, pontua.

Em casa o ideal é deixar potes de água disponíveis para eles. “Colocar água filtrada e cubos de gelos, em dias mais quentes. A quantidade de água ideal por dia  vai variar de acordo com o peso do animal. Exemplo, um animal de 1 quilo vai beber em média por dia 60ml a 70ml de água. No  entanto, sempre é bom oferecer mais do que essa quantidade, principalmente aqui em São Luís, que a temperatura é  mais elevada”, ressalta.

Se o animal tem dificuldade para beber água, a especialista reforça que pode ser oferecida  a água de coco, sendo um incentivo para a hidratação e trazendo benefícios para seu sistema urinário. A médica avalia  alguns pontos que podem ser observados, quando o animal está desidratado. “Primeiro pela avaliação clínica, o focinho mais ressecado, o olho mais fundo, a boca mais seca. Ele começa a transpirar pela língua, de forma mais ofegante, ficando com a língua para fora, querendo se estabilizar”, explica Sodré.

Ananda Moraes segue todos esses cuidados com a cadela Lolla, de três meses de idade. A auxiliar administrativo conta que sempre busca deixar os ambientes da casa arejados, para que o animal não sofra com o calorão. “Por ela ser de uma raça bem peluda, os cuidados creio que aumentam ainda mais. Então, comecei a dar água gelada desde pequena, água de coco para hidratar. À noite é a hora que passeamos com a Lolla. Ela adora um ventinho e gosta de dormir no quarto com a gente, pois fica um friozinho bom, por causa do ar condicionado e ela gosta muito”, detalha.  

Para ajudar ainda mais nos cuidados com seu pet, separamos algumas dicas para você. Confira:

  • Mantenha o cachorro em local fresco e arejado;
  • Evite a prática de exercícios muito vigorosos;
  • Evite passear com o pet nos horários mais quentes, entre as 10h e às 16h;
  • Nunca deixe o cachorro trancado no carro ou em outros locais sem ventilação;
  • Ofereça água em abundância, inclusive ao passear, com a ajuda de garrafas portáteis;
  • Fique atento ao peso do cachorro. O excesso de gordura contribui para o aumento da temperatura corporal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.