BRK Ambiental fecha acordo inédito

Uma das principais operadoras privadas de saneamento do país, a BRK Ambiental, conseguiu diversificar o leque de financiamento de seus projetos ao fechar acordo com o BID Invest, braço do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

O banco emprestará R$ 350 milhões que serão utilizados na Parceria Público-Privada (PPP) da empresa no Recife / PE. A PPP assinada em 2013 com a Compesa, estatal de saneamento de Pernambuco, teve seu escopo renegociado no fim do ano passado, com a parte de desembolso atribuído à BRK elevado de R$ 5 bilhões para R$ 6 bilhões. O empréstimo do BID Invest leva em conta o crescimento dos investimentos. O contrato da PPP é de 35 anos. Teresa Vernaglia, presidente da BRK Ambiental, explica que o projeto do Recife é a maior PPP do país, atendendo 4 milhões de pessoas em 15 cidades. “É um projeto extremamente relevante para BRK e para a região. Esperamos que com essa parceria com o BID Invest possamos alavancar esses investimentos e a expectativa é que em 20 anos a gente atinja 90% do esgoto tratado e coletado“, afirmou a executiva.

Para o BID, a parceria com uma empresa como a BRK, controlada pela canadense Brookfield, foi a oportunidade para iniciar o financiamento a um novo segmento de infraestrutura no país. Javier Rodriguez de Colmenares, chefe da divisão de infraestrutura e energia do BID Invest, diz que o alinhamento de intenções tornou a companhia o “melhor parceiro”. “Acompanhamos a aquisição da antiga Odebrecht Ambiental pela Brookfield e, na época, não podíamos trabalhar com a Odebrecht Ambiental por questões óbvias. O trabalho de ‘due dilligence’ e ‘compliance’ feito pela Brookfield e como foi reorganizada a companhia foi o que nos animou para apoiá-los.”

O representante do BID Invest explica que, para além do enquadramento nas diretrizes de conformidade do banco, a BRK teve de demonstrar o impacto dos investimentos nas populações vulneráveis, com destaque para mulheres e crianças. “Não é só uma questão de financiamento e de governança, temos muito interesse em aplicar programas de gênero, de apoio às mulheres, particularmente. Nesse ponto, a abertura da BRK para esse tipo de trabalho “é total e esperamos que seja o primeiro financiamento de muitos” afirmou.

Da parte da BRK, o montante ajuda a reforçar um projeto de investimento de R$ 7 bilhões nos próximos cinco anos nas operações atuais da companhia. Até o momento, R$ 1 bilhão já foi desembolsado. A empresa está presente em mais de 180 municípios atualmente, atendendo 15 milhões de pessoas.

Nos municípios onde atua no Maranhão o nível de esgotamento estava na casa dos 8% quando a empresa assumiu em 2015,  hoje esse número subiu para mais de 38%. O índice de atendimento de água era de 38%, hoje mais de 80% da população é atendida com água.

Em 2018 foram investidos aproximadamente R$55 milhões e entre 2019 e 2020 o projeto de esgotamento sanitário entra em execução com um investimento total de aproximadamente 675 milhões de reais em Paço do Lumiar e São José de Ribamar.

“É um exemplo, na nossa perspectiva, do impacto do saneamento na economia. O saneamento é um investimento que fica para a localidade, para a população“, afirma a presidente da BRK.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.