BNB e Sudene assinam protocolos de intenções para beneficiar 66 municípios de pequeno porte

O presidente do Banco do Nordeste (BNB), José Gomes da Costa, e o titular da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), Carlos César Araújo Lima, assinaram, nesta quinta-feira, 30, em Recife (PE), acordo de cooperação técnica para atender 66 municípios na realização de planejamento de ações para o desenvolvimento de indicadores sociais e de gestão.

A assinatura foi realizada durante o lançamento do Projeto de Desenvolvimento Federativo, programa da Sudene para apoiar os municípios com indicadores sociais e econômicos mais frágeis em sua área de atuação. Com apoio do BNB, o programa irá realizar ações para atrair investimentos e oferecer capacitação técnica para gestores públicos e empreendedores de municípios.

Para o presidente do BNB, José Gomes da Costa, o Projeto de Desenvolvimento Federativo é importante para unir orientação técnica na gestão e o financiamento público. “O apoio de instituições oferecendo técnicos habilitados para ajudar no planejamento das ações de prefeituras resulta em projetos bem estruturados para atrair os investimentos. Além de aumentar a segurança na aplicação de recursos, há um enorme ganho para a população. Somente com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), temos R$ 12 bilhões de saldo de operações nesses municípios, e estamos prontos para ajudar ainda mais”, afirma.

Estão previstos elaboração de diagnósticos das áreas atendidas, criação de plano de ação, articulação com as prefeituras e demais parceiros institucionais, além da oferta de financiamento por meio dos programas do Banco para impulsionar negócios nos municípios.

O Projeto de Desenvolvimento Federativo mobiliza diversas entidades com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento dos municípios de pequeno porte ofertando estudos e planos com informações estratégicas, capacitações e outras ações das instituições parceiras que integrarão a Rede de Desenvolvimento Federativo.

Conheça as cidades atendidas pelo Projeto de Desenvolvimento Federativo:
• Alagoas: Arapiraca, Belém, Belo Monte, Campo Grande, Maribondo e Tanque d’Arca;
• Bahia: Andorinha, Jaguarari, Juazeiro, Pilão Arcado, Sobradinho e Umburanas;
• Ceará: Abaiara, Farias Brito, Granjeiro, Jati, Juazeiro do Norte e Missão Velha;
• Espírito Santo: Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Colatina, Linhares, Pancas e Pinheiros;
• Maranhão: Alto Parnaíba, Balsas, Loreto, Sambaíba, São Raimundo das Mangabeiras, Tasso Fragoso;
• Minas Gerais: Riacho dos Machados, Lassance, Glaucilândia, Guaraciama, Montes Claros, Olhos-d’Água;
• Paraíba: Campina Grande, Parari, Santo André, Cubati, Juazeirinho e Olivedos;
• Pernambuco: Calumbi, Carnaubeira da Penha, Mirandiba, Santa Cruz da Baixa Verde, Serra Talhada e Betânia;
• Piauí: Floriano, Paes Landim, Pajeú do Piauí, Ribeira do Piauí, São José do Peixe e Canavieira;
• Rio Grande do Norte: Frutuoso Gomes, Messias Targino, Mossoró, Patu, Porto do Mangue, Triunfo Potiguar;
• Sergipe: Frei Paulo, Gracho Cardoso, Itabaiana, Nossa Senhora Aparecida, Ribeirópolis, São Miguel do Aleixo.