Assinado termo de doação de blocos de concreto para pavimentação de ruas em cidades do Maranhão

Prefeitos de seis municípios maranhenses estiveram nesta segunda-feira (30), no Palácio dos Leões, em São Luís, para participar da cerimônia de assinatura de Acordo de Cooperação Técnica e Termo de Doação de blocos intertravados de concreto para pavimentação de vias públicas nas cidades.

Com o acordo assinado com o Governo do Maranhão, por intermédio das Secretarias de Estado de Governo (Segov) e de Administração Penitenciária (SEAP), as cidades de Bequimão, Duque Bacelar, Esperantinópolis, Governador Edison Lobão, Jatobá e São João do Paraíso receberão a doção de bloquetes confeccionados por meio do programa Trabalho com Dignidade, idealizado e executado pela SEAP, que utiliza mão de obra carcerária para a feitoria das peças de concreto destinadas à pavimentação de ruas.

É por meio do material produzido nas fábricas de blocos intertravados que a gestão estadual executa, por exemplo, programas como o Mutirão Rua Digna.

Durante o ato de assinatura da parceria, o governador Flávio Dino agradeceu a presença dos prefeitos e de suas respectivas comitivas, destacando que o encontro entre as gestões estadual e municipais é essencial no momento que o Brasil atravessa. Dino destacou ainda as ações do programa Trabalho com Dignidade, que segundo o governador, “é visto como exemplar em todo o país”. 

“Ficamos muito honrados com a presença de vocês. Se nós simplesmente fizéssemos o papel de um caminhão, nós não iríamos nos encontrar e o que o Brasil está precisando hoje é de encontro para superar os desencontros, porque as dificuldades hoje no Brasil são imensas e derivam muito dessas contendas e nós temos que superar isso com exemplo. O fato de nós estarmos aqui reunidos tratando de uma pauta concreta, de uma pauta objetiva, que vai trazer benefícios efetivos para a comunidade é o caminho correto”, disse o governador.

Para o prefeito da cidade de Esperantinópolis, Aluísio Carneiro Filho, popularmente conhecido como Aluisinho do Posto, a doação de blocos de concretos além de melhorar a infraestrutura das cidades maranhenses, é de grande relevância pelo seu caráter social.

“Esse momento é muito importante, onde essa parceria com o nosso governador vem trazendo essas melhorias, não só para Esperantinópolis, mas para todo o Maranhão. É um governo que tem olhado muito para o lado social, principalmente para esse lado do deslocamento urbano, onde com o Mais Asfalto, e agora com os bloquetes, dão maior acessibilidade às pessoas. Vamos receber esses bloquetes, fazer a implantação nas nossas vias urbanas para melhorar o acesso das pessoas às suas necessidades básicas. Esse é um trabalho social que o governador vem fazendo muito bem e nós só temos a agradecer. Muito obrigado, governador Flávio Dino, por mais esse momento de apoio ao município de Esperantinópolis”, parabenizou Aluisinho do Posto.

Já o prefeito do município de Governador Edison Lobão, Geraldo Braga, também conhecido como Professor Geraldo Braga, frisou que a parceria firmada entre Estado e Prefeituras confirma o perfil municipalista do atual governo.

“Essa é a demonstração que o governo Flávio Dino é um governo municipalista, onde o Governo do Estado se preocupa com os municípios e mais uma vez está chegando à nossa cidade com benefícios, onde o principal beneficiado é a população”, avalia Professor Geraldo Braga. 

O prefeito de Bequimão, João Martins, comemorou a doação dos blocos, que servirão para atender a uma demanda das populações que vivem em regiões periféricas do município.

“É uma satisfação está representando o nosso município e o interesse dos nossos munícipes em firmar essa parceria com o Governo do Estado, no sentido de dotar o município de infraestrutura necessária, principalmente no que diz respeito às ruas dos bairros periféricos do nosso município e de alguns povoados que necessitam de uma infraestrutura adequada para o deslocamento, não somente de pessoas, mas de cargas que fomentam e alimentam o comércio local. Essa parceria com a Segov e com a SEAP atende a nossa necessidade institucional, mas, principalmente, atende as demandas da nossa população”, disse o gestor.

Fábricas no sistema prisional

Atualmente, o Maranhão possui 51 fábricas que utilizam mão de obra de presos de Justiça para a produção de blocos intertravados de concreto. Existe um duplo benefício social inerente ao projeto de confecção de bloquetes de cimento no sistema penitenciário: atender às necessidades do povo maranhense, e, também, trabalhar com as pessoas privadas de liberdade, que antes não tinham nenhum ofício e hoje estão inseridos nas fábricas de blocos.

Também participaram da solenidade de assinatura de Acordo de Cooperação Técnica e Termo de Doação de blocos intertravados de concreto: os secretários de Estado Murilo Braga (Administração Penitenciária) e Diego Galdino (Governo), além do presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão (Alema), Othelino Neto, deputados e autoridades municipais.