AGED promove palestra em abatedouro frigorífico de Axixá

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA) promoveu uma palestra sobre a doença de brucelose para funcionários de um abatedouro frigorífico, localizado no município de Axixá.

O objetivo foi de instruir os funcionários do abatedouro para identificação da brucelose nas carcaças bovinas e a importância do uso dos Equipamentos de Proteção individual (EPI’s), uma vez que a brucelose é uma zoonose que pode trazer grandes riscos à saúde humana.

Participaram da palestra a fiscal estadual agropecuária e gestora da Unidade Regional da AGED de Pinheiro, Larissa Mendes e a médica veterinária, Camila Morais, fiscal da AGED responsável pela inspeção do abatedouro frigorífico.

A brucelose é causada pela bactéria brucella abortus. É um problema de saúde pública e que traz prejuízo econômico para a propriedade rural que tem prevalência elevada. A zoonose é uma doença reprodutiva que diminui os índices de prenhez no rebanho e a produção de bezerros. 

A zoonose pode ser transmitida aos humanos por meio do contato com secreções que contenham a bactéria. Entre os sintomas iniciais estão dores de cabeça e na nuca, febre alta e intermitente, cansaço e fadiga. 

A orientação dada para veterinários, produtores e trabalhadores rurais, criadores, assistentes agropecuários é de que não vale a pena correr o risco e o melhor é se precaver, utilizando os equipamentos de proteção individual (EPIs) para não haver chances de contaminação com a bactéria da brucelose.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.