41º Guarnicê girará em torno do protagonismo da mulher no audiovisual

A 41ª edição do Festival Guarnicê de Cinema foi apresentada oficialmente na manhã desta segunda-feira (4) durante coletiva de imprensa. A mostra desse ano ocorrerá de 9 a 16 de junho no Centro Histórico de São Luís. Neste ano, a mostra girará em torno do protagonismo feminino no audiovisual.

Estiveram presentes à coletiva a reitora da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Nair Portela; a pró-reitora de Extensão, Cultura e Empreendedorismo da UFMA, Dorlene de Aquino; a coordenadora geral do Departamento de Assuntos Culturais da UFMA (DAC), Fernanda Santos Pinheiro; o reitor do IEMA (Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão)  , Jonathan Almada, o executivo de comunicação e marketing da Cemar, Luís Carlos Cardoso, e a secretária adjunta da Sectur, Caroline Lima Veloso, representando o secretário Diego Galdino.

Durante a coletiva, foram reveladas algumas novidades, a exemplo da composição da  banca de jurados das mostras competitivas, formada exclusivamente por mulheres. Além disso, ocorrerá a mostra “Cinema Por Elas”, com filmes das maranhenses que marcaram a produção audiovisual local e alguns trabalhos das cineastas homenageadas nesta edição, como Anna Muylaert (Que Horas Ela Volta) e Tata Amaral (Antônia). Outra novidade deste ano é sessão romântica com a exibição de curtas para celebrar o Dia dos Namorados, comemorado em 12 de junho, durante o festival

Para a reitora Nair Portela, a realização do festival vem para confirmar sua importância como fomentadora da cultura local, além de realçar o nome do estado do Maranhão. A reitora disse, ainda, que a homenagem às mulheres é uma justiça social ao público feminino da sétima arte.

A pró-reitora  Dorlene de Aquino, destacou, entre outros aspectos, a importância do festival como formado de plateia, referindo-se à mostra Guarnicêzinho destinada ao público infantil de escolas públicas. O reitor do Iema disse que o instituto tem grande satisfação em apoiar mais uma ediçãoarnicê.

Segundo Caroline Lima Veloso, representante da Secretaria de Cultura do Maranhão, o festival Guarnicê exerce um importante papel para a cultura maranhense. “A finalidade é levar a cultura a todo o estado, tendo em vista que a programação é gratuita. Assim, atingindo a todos os públicos, sem exclusão.”, afirmou.  O executivo da Cemar, por sua vez, falou que “a cultura é o componente para o desenvolvimento de qualquer estado”.

A abertura do festival será realizada no dia 9 (sábado) deste mês, às 19h, no Teatro Arthur Azevedo. Na solenidade, haverá a pré-estreia do filme Alguma Coisa Assim, de Esmir Filho e Mariana Bastos, e contará com a presença da diretora e da atriz Caroline Abras, protagonista do filme.

O Festival Guarnicê de Cinema é promovido pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), por meio do Departamento de Assuntos Culturais (DAC/PROEXCE), conta com patrocínio da Cemar, Governo do Maranhão/Sectur, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, Banco do Nordeste, e Equatorial Energia. Ainda tem o apoio da Fundação Sousândrade, Assembleia Legislativa, Fundação Josué Montello, Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), Rádio Universidade FM, TV UFMA, CiaRio Brasil, Academia Internacional de Cinema e Vitrine Filmes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.