2ª Vara de Santa Inês produz mais de 10 mil atos durante a pandemia

A 3ª Vara da Comarca de Santa Inês produziu 10.180 atos processuais, desde o início do trabalho remoto instituído durante o plantão extraordinário adotado pelo Poder Judiciário, para dar continuidade à prestação da Justiça durante a pandemia da Covid-19.

Dentre esses atos, foram emitidos 1.014 despachos, 120 decisões e 288 sentenças e liberou R$ 949.625,06 em alvarás judiciais. A unidade recebeu, nesses três meses, 88 processos, segundo dados do sistema Termojuris e Jurisconsult. A vara possui atualmente um acervo virtual de 1.188 processos, e desse total, apenas 705 pendentes de julgamento.

Essa produtividade foi alcançada com a realização de trabalho remoto, pelos servidores da secretaria judicial da vara, e pelo juiz Alexandre Antônio José de Mesquita, titular da unidade, com o auxílio de recursos tecnológicos disponibilizados pelo Poder Judiciário, como o sistema de webconferência, que possibilitaram a continuidade da celeridade na prestação jurisdicional, e, ao mesmo tempo, cumprimento das regras de isolamento social.

O juiz baixou a Portaria (1450/2020) autorizando a expedição de alvarás judiciais eletrônicos, em que a vara envia o documento ao Banco do Brasil, e este transfere o valor devido diretamente para a conta do beneficiário, sem a necessidade de contato físico entre servidores, advogados e bancários.

A secretaria judicial disponibilizou um contato pelo aplicativo de mensagens whatsapp business (99-98234-0784) para atendimentos aos advogados, de modo a garantir que as partes processuais não fossem prejudicadas, além de oferecer atendimento pelo próprio juiz, por meio de videoconferência.